Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

21 de abril de 2011

Relembrando: um pouco de Animax





Vamos viajar no tempo para relembrar os anos de ouro e o início da descaracterização do canal!



Todos aqueles que apreciam animes hoje em dia, mesmo sem ter o canal em sua grade, sabem que o Animax um dia ja foi referência quando o assunto era animação japonesa.

É da ciência de quase todos os leitores, que o canal será extinto no dia 1°de maio, e por incrível que pareça, não fará grande diferença devido as alterações nele feitas. Com o tempo, ele veio se descaracterizando, e no seu fim, restringiu os animes a míseros horários na madrugada de sua grade. O canal virou um depósito das séries do canal Sony, e as poucas estréias que apresentava, eram de séries já canceladas nos seus países de origem.

Mas em meio a tanta revolta com o que veio acontecendo ao canal, vamos fazer algo diferente hoje. Vamos relembrar os bons tempos em que o Animax, era o canal ideal para nós, fãs da maravilhosa animação japonesa,e como ele veio, ao longo dos anos, perdendo sua essência.

Início: surge o Animax! O adeus do Locomotion!

Em 31 de julho de 2005 entrou no ar aquele que viria a ser o canal full-anime do Brasil. O Animax entrou no lugar do extinto Locomotion em todas as operadoras onde o canal atuava. Este também possuia uma grade repleta de animes (porém legendados, e alguns dublados) mas seu principal objetivo não era ser um canal completamente composto deste conteúdo. Em seus ultimos meses de vida porém, o canal abandonou os outros tipos de produções,e  investiu ainda mais no gênero.

Os Anos de Ouro

No início de suas transmissões, a grade do animax era composta por animes como Initial D, Saber Marionette J, The Prince of Tennis, Hunter X Hunter, Fullmetal Alchemist, Get Backers e outros. Todos os animes exibidos possuiam horários alternativos ao longo da semana.

Depois de 2 anos, o animax ainda estava fraco. Seu sinal estava apenas disponivel para algumas operadoras no Brasil. O canal seguiu fiel com o seu propósito, e no ano de 2007, estreou novas séries como Twin Spica, Planet Survival, The Twelve Kingdoms, Montecristo e Blood+. Ainda neste ano, o Animax foi incluso em novas operadoras, tendo a sua base de assinantes ampliada em quase 30%. Por fim, em agosto, o canal estreou uma nova identidade visual.

O início do fim

2008 chegou, e muita coisa nova no Animax desembarcou também. Em maio, surge o bloco Terças Imperdíveis com a nova dublagem do clássico Neon Genesis Evangelion, a estréia de Bleach e Hell Girl. Foi neste ano que o canal rompeu sua promessa de ser full-anime. Surgem as atrações Distraction, um reality show, Reciclo, um bloco de filmes, e o espaço para propagandas, Tv Shopping. Mas o pior estava por vir, Lost viria a ser exibido no canal, no horário nobre, tomando espaço de animes importantes, e ganhando um grande espaço publicitário no canal.

Neste mesmo ano, o canal foi incluso na grade de mais uma operadora, e permitiu que a base de assinantes do canal crescesse, e muito!

No final de 2008, um fato incomoda os telespectadores do Animax. o canal que se descrevia assim:

“Animax é o único canal a oferecer animês exclusivos 24 horas por dia, dublados em português. Ao combinar entretenimento com inovação, o canal consegue uma forte conexão entre os atributos de sua personalidade e as emoções que experimenta a audiência”.

Depois da repercussão da exibição de lost se descreveu da seguinte maneira:

“O Animax é um canal de TV por assinatura que oferece entretenimento e conteúdo através de uma programação diferenciada e se tornou referência para um público antenado, que busca estar informado sobre tudo que acontece.”.

Inconformados com tudo isso, petições, protestos e etc foram organizados pela base mais fiel do canal, os fãs de animes.

Ainda em 2008, o Animax estreou R.O.D, Solty Rei e trouxe de volta a televisão, o clássico Samurai X. Confira abaixo uma seleção de vídeos, sobre o canal nesta época.


2009 - Cadê o Animax que eu conhecia?

Em 2009 o Animax estréia Fate/Stay Night, Black Cat Bokurano e Black Jack. Seria excelente se vários live-actions ja não tivessem abocanhado boa parte da programação do canal. A esta altura do campeonato, não só Tv Shopping, Distraction, Lost e Reciclo eram exibidos pelo canal. Novas séries como Blood Ties, The Middleman, Lil' Bush, The Boondocks Living Lahaina, Maui Fever, American Dreams, Live from Abbey Road, Sesiones con Alejandro Franco, Rock Road e outras tomavam o espaço dos animes, e para quem na época, achava que estava ruim, não sabia que o pior os aguardava.

Em 2009, os live-actions ainda dividiam espaço com os animes. Em 2010, o Animax estrearia uma nova identidade visual, mudaria de público-alvo, e cada vez mais, deixaria os animes de lado.

2010 - A Pior fase do Animax anime.

Em 2010, o Animax registrou crescimento na audiência, o que era de se esperar, pois ja estava disponível na maioria das operadoras no país. Não se sabe ao certo se este foi o motivo, mas acreditavam que este aumento na audiência era fruto de seus live-actions em substituição aos animes. Os resultados foram investimentos ainda maiores em séries.

Neste ano, a partir das 15h o Animax era tomado por esses live-actions. No horário nobre, permaneciam alguns animes como Bleach, Hell Girl, Death Note e Mushishi, nas terças imperdíveis que foram transferidas para sexta (por incrível que pareça), e algum tempo depois, a exibição dos animes ficou restrita ao horário das 1h as 15h, tirando vários animes do ar.

Acredite, por incrível que pareça ainda viria a piorar. Em Outubro, o canal chocou a todos, diminuindo ainda mais a faixa anime do canal. Agora, eles só poderiam ser vistos nas madrugadas, das 2h as 6:30. Mais uma vez, vários animes saíram do ar por conta do aperto na grade.

Abaixo um vídeo com a última identidade visual que o Animax viria a estrear, antes da sua extinção própriamente dita:
 
O anúncio:

No final de 2010, eis que Klaudia Bermudez Key (VP Sênior dos canais Sony na América Latina) anuncia que o Animax não terá mais animes a partir de março de 2011. Muitos foram indiferentes quanto a isso, pois já não acreditavam que o canal se dedicaria novamente ao gênero das animações, depois de tudo que ja tinha sido feito. Por outro lado, muitos ficaram revoltados com o informe, e mais do que nunca, o Animax foi alvo de críticas.

Quando a situação chegou a este ponto, todos se perguntavam por que o canal continuava se chamando Animax, pois bem, em 2011 isso mudaria.

Início de 2011 - A esperança (de alguns) se renova.

Chegou então o temido ano, em que o Animax, irônicamente, adotaria uma grade sem anime algum. Em janeiro, a exibição dos animes continuava restrita as madrugadas, e com as mesmas séries, que a esta altura, ja tinham ficado repetitivas e sem graça, para aqueles que conseguiam assisti-las.

Chega fevereiro, e o Animax adquire o anime Fullmetal Alchemist: Brotherhood. Bastou isso para que a discussão fosse reaberta e a pergunta lançada: por que o Animax adquiriu um anime, 1 mês antes de abolir o gênero?

Passa então o mês, e chega março, com mais uma surpresa: o horário dos animes é extendido para o período 2h-8h e é anunciada a estréia de Nodame Cantabile. O canal que havia prometido excluir os animes da grade neste mês, amplia seus horários de exibição, e ainda por cima, estréia uma nova série. Foi uma breve semana para renovar a esperança de alguns, até o seguinte anúncio ainda em março:

Sony Spin: o novo canal da Sony

Sony Spin. É este o nome do sucessor do Animax em toda a América Latina. Aquele canal, cujo propósito era exibir animes 24h por dia, seria oficialmente descontinuado em maio.

Muitos acreditaram então, que esta seria a desculpa ideal para retirar os animes da grade de uma vez por todas. Muitos foram os que comemoraram com a mudança de nome do canal, afinal, não faria mais sentido adotar o nome Animax.

O canal estréia dia 1°de Maio no Brasil, e Fullmetal Alchemist: Brotherhood será exibido, mesmo que em horários nada gratos. O canal continuará exibindo animes durante as madrugadas, mas a essência Animax, foi completamente perdida.

Vinhetas do "novo" canal, que adotará uma grade similar a do atual Animax, ja estão sendo veiculadas no próprio, e no Canal Sony, confira:

Dentre as "novidades" do canal, estão inclusas séries canceladas, inclusive algumas já na 1°Temporada, como Glory Daze e 18 to life.

O Animax está sendo descontinuado não só na América Latina. Recentemente o canal, em portugual, cederá espaço para o novo AXN Black.

O canal pode até ser descontinuado, mas o nome Animax, ficará para sempre registrado em nossas memórias, como um bom espaço dado a cultura japonesa no nosso país, e que preferimos ele descansando eternamente, do que acordado, descaracterizado e afogado no péssimo conteúdo que ultimamente vinha sendo veiculado. Adeus, Animax.
Carlos Moncken

19, carioca, colaborador do Jbox e nas horas vagas estudante universitário.
Leia Mais sobre o autor

  1. Ótimo artigo, Animax foi uma grande experiência de vida com ótima grade de programação em animes, mas eles preferiram trair o movimento otaku e se curvar aos interesses dos anunciantes quando começaram a excluir os animes da programação.

    ResponderExcluir
  2. o animax foi o grande responsavel por eu me apaixonar por anime hj eu digo obrigado animax descanse em paz e a sony que va pra PQP.

    ResponderExcluir
  3. Cara, brilhante post. Expressou muito bem o sentimento de todos que cresceram com o Animax e que descobriram anime por ele.

    O canal pode ter morrido, mas eu guardarei a lembrança por um bom tempo.

    ResponderExcluir
  4. ANIMES...QUEREMOS DE VOLTA GET BECKERS....Initial D, Saber Marionette J ...quero animax de volta

    ResponderExcluir
  5. OBRIGADA POR EXISTIR ANIMAX
    DESCANCE EM PAZ...

    ResponderExcluir
  6. animax era uma porcaria. sony comprou locomotion só pra acabar com o único canal q prestava em toda tv a cabo ¬¬

    ResponderExcluir
  7. Eu lembro que quando comecei a assistir o Animax passava, xxxHolic, Get Backers, Mushishi, Death Note, Bleach, Burst Angel, Speed Grapher entre outros.

    Foi uma pena o Animax ter acabado, mas sei lá... sinceramente eu tenho duvidas se dá pra passar animês na TV, seja na aberta ou na fechada.

    1º por causa da audiência, sem audiência não tem retorno financeiro, isso já desestimula a emissora de TV.

    2º a velha ideia de que animê é desenho de criança, enquanto eles tiverem presos nisso, eles nunca terão chance de explorar o mercado de animações japonesas.

    Então por esses dois motivos que eu acabei de citar,com certeza tem mais motivos, eu acho que não veremos animês em grande número na TV brasileira por um bom tempo.

    Ei, que tal você fazer um artigo sobre o porquê de não temos animês na TV brasileira? fica a dica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opa! Bela sugestão, Shinigami-San! Quanto a velha ideia de que animê é desenho de criança, eu acredito que esse pensamento se mantenha por causa da lógica capitalista. Veja só os animes mais populares aqui no Brasil. DBZ, Digimon, Beyblade, Pokemon etc. Com exceção de DBZ, o restante é basicamente voltado para crianças, assim eles podem lucrar absurdos com produtos relacionados, já que essa faixa etária consome bastante. Com o retorno de Beyblade ao Disney XD eu já vejo muita propaganda por aí e muita gente já voltando a consumir os produtos da Franquia. Infelizmente o funcionamento é este desde um tempo...

      Excluir
  8. Infelizmente na atualidade, anime só dá para assistir pela internet fazendo download (o melhor que dá pra assistir no original legendado). Porém na tv aberta é muito gratificante saber que você está acompanhando a série com milhares e até milhões de pessoas no país.

    ResponderExcluir
  9. O ANIMAX foi a mais incrível experiência com animes da minha vida. Eu que não tinha nem antena parabólica, e sem saber assinei a (também extinta) DIRECTV em 2005... Meu Deus, nem imaginava como valeria a pena!!! quando vi hellsing, full metal panic, full metal alchemist, wolfs rain, vandread, getbackers, tsukihime, gantz, hunter x hunter serem exibidos 2 a 3 vezes por dia tudo full, cara como eu pirei!! não saia mais de frente da tv!! MUITO OBRIGADO ANIMAX, VOCÊ É UMA DAS MELHORES LEMBRANÇAS DA MINHA VIDA!!

    ResponderExcluir
  10. Animax na década 2000 e manchete na década de 90 canais assim que passam bastantes animes ñ vai mais existir eu acho.

    ResponderExcluir
  11. Bons tempos aqueles em que só eram exibidos ótimos desenhos e animes na televisão e não essas porcarias dos dias de hoje... Saudades da velha Rede Manchete e de seus programas fantásticos: Super Human Samurai, Yu Yu Hakusho, Shurato, Sailor Moon, Os Cavaleiros do Zodíaco e etc. Eu posso dizer que aqueles eram programas fantásticos e que fizeram a minha infância fodástica!! Outros animes fizeram parte da minha infância, como Dragon Ball, Dragon Ball Z, Inuyasha, Fly o perqueno Guerreiro, Digimon e Rayearth, esses também eram FODÁSTICOS!! O mesmo não posso dizer das tosqueiras dos dias atuais, como Ben 10, a B$₢%@ de um desenho ridículo que só serve como instrumento de retardamento mental(HONESTAMENTE, DBZ É MUITO MELHOR QUE ESSA P$££@!!) e que aniquilou meu interesse em continuar assistindo o Cartoon Network... Mas o meu ódio pelo CN tem sido maior desde o dia em que o Toonami foi cancelado... Lamento, mas eu somente posso dizer que o Cartoon Network decresceu muito de qualidade nestes últimos anos e a tendência é ficar cada vez pior... Atualmente, a única forma de assistir animes é através do AnimeQ e o melhor canal para assistir desenhos tem sido o Gloob...

    ResponderExcluir
  12. sacanagem essa era da sony spin , acabou com os animes , oque era foda pras crianças e jovens , oque salva um pouco e a internet , mas na televisão o acesso e mais rapido e coletivo .

    ResponderExcluir

Pesquise