Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

29 de novembro de 2012

Resenha: Mad Love Chase #1 - Panini

Um shoujo bem humorado

Mais um dos títulos lançados pela Panini no segundo semestre, Mad Love Chase vem para cumprir a cota de shoujos da editora. Em cinco edições, acompanhamos a saga do Príncipe dos Demônios, Kaito, que foge do Reino das Trevas e se camufla entre os humanos para começar uma nova vida, tutelado por sua gatinha antropomorfizada, a Rebun.

Claro que sua fuga não ficará por isso. Sua prometida esposa e o Rei já ordenaram que espiões viessem ao mundo dos humanos levar o Príncipe de volta. Kaito, com ajuda de Rebun, passará por vários perrengues para não revelar a sua identidade a ninguém e continuar a salvo.

O mangá foi publicado na antologia Asuka (que já publicou Code Geass), entre 2001 e 2008. Esse é o primeiro shoujo da autora, Takashima Kazusa, que até então dedicava suas habilidades ao gênero yaoi.

Em Mad Love Chase, a escritora não esconde suas origens e em vários momentos brinca com a sexualidade das personagens. O objetivo parece ser o de gerar um efeito cômico, pois as insinuações quase sempre nascem de uma interpretação errada de falas das personagens.

Falando em comicidade, não houve um capítulo no mangá que não me fizesse rir. É um shoujo mais comédia que romance, mas não perde pontos por isso. Aliás, o tipo de mulher que agrada Kaito é uma surpresa boa/ruim/engraçada. Vai depender do seu ponto de vista.


Como a antologia Asuka é mensal, os capítulos de Mad Love Chase são um pouco maiores que os daqueles títulos semanais, como Naruto, Bleach e 20th Century Boys. Por isso, o primeiro volume compila apenas os cinco primeiros, mas passa de 180 páginas.

O primeiro encadernado também traz uma estória fechada, o que diminui o risco de arrependimento por comprar o primeiro volume de uma história que não agradou.

A versão da Panini ficou boa. Há uma imagem colorida na contracapa, mas o mangá é todo preto e branco. Se a editora teve a possibilidade de trazer as páginas coloridas ou não, o importante é que remover as cores na página 38 não deu certo. Como as personagens estão com uma roupa preta em um fundo escuro, só se enxerga a cabeça dos envolvidos.

No final do volume, há vários extras. Tirinhas da série, ilustrações da autora, esboços das personagens e quatro páginas com o posfácio, no qual Kazusa conta como Mad Love Chase nasceu, quais foram suas dificuldades e o porquê de o primeiro volume ter que apresentar uma história fechada.

Para quem gosta de shoujo ou de uma boa comédia, vale a aquisição. Para as pessoas indecisas, também vale pois como já dito, o volume inicial apresenta uma história fechada. Será que o príncipe do reino das trevas conseguirá levar uma vida sossegada e sem obrigações no planeta Terra?


Carlos Moncken

19, carioca, colaborador do Jbox e nas horas vagas estudante universitário.
Leia Mais sobre o autor

0 comentários:

Postar um comentário

Pesquise